• mudas frutiferas

    Viveiro de Mudas Floresta
    Arvores de Aroeira, arvores frutíferas e mudas nativas, temos mudas de vários tamanhos em lata ou vaso plástico. Lembrado também que temos outra grande variedade de palmeiras: Palmeira Imperial, Palmeira Fênix, Palmeira Jerivá, Palmeira Triangular, Palmeira Areca Bambu, Palmeira Real, Palmeira Leque

Floresta Mudas

Entre em contato

(014) 3441 3501
florestamudas@gmail.com

Mudas Nativas Aroeira
Arvores Nativas de Aroeira

mudas nativas aroeira

Aroeira ou Arrueira é o nome popular de várias espécies de plantas da família Anacardiaceae.

Destacam-se entre elas:

Astronium fraxinifolium Schott & Spreng. - aroeira-do-campo, aroeira-vermelha, gonçalo-alves, nativa dos cerrados do Brasil central.

Lithraea molleoides (Vell) Engl. - aroeira-branca, aroeira-brava, aroeira-do-brejo, aroeira-da-capoiera, bugreiro, nativa de várias formações do sul e sudeste do Brasil.

Myracrodruon urundeuva Allemao (ex- Astronium juglandifolium Griseb., Astronium urundeuva (Fr. All.) Engl.) - aroeira-do-campo, aroeira-da-serra, urundeúva, nativa da caatinga e do cerrado, desde o Ceará até o Paraná. Espécie ameaçada.

Schinus molle L - aroeira-salsa, aroeira, aroeira-mole, fruto-de-sabiá, nativa dos campos de altitude do sul do Brasil.

Schinus terebinthifolius Raddi - aroeira-mansa, aroeira-vermelha, aroeira-precoce, aroeira-pimenteira, aroeira-do-sertão, nativa de várias formações vegetais do nordeste, centro-oeste, sudeste e sul do Brasil.

A aroeira-salsa é muito apreciada na culinária francesa, onde é conhecida como poivre-rose, a pimenta rosa.

Autor(es): Marcos Antônio Drumond

A aroeira apresenta porte mediano chegando a atingir 10m de altura e 30cm de diâmetro, fuste linheiro, madeira dura de cor bege-roseada quando verde, e roxo escuro quando seco. A casca é castanha escura, subdividida em placas escamiformes, rica em tanino (cerca de 15%), utilizadas na indústria do curtume e na medicina popular.

 

As folhas, quando maduras, servem como forrageiras, e a resina exsudada dos troncos é utilizada no preparo da goma arábica. A madeira serve para obras externas, mourões, vigas, construções rurais, estacas, dormentes e carvão de elevado poder calorífico. Segundo estudos realizados pela Embrapa Semiárido, a densidade básica da madeira é superior a 0,66g/cm3, o rendimento gravimétrico de carbonização é 38,4% a 420±200C, o teor de carbono é de 72%, teor de cinza é de 4,8, obtidos por meio da análise química imediata do carvão em base seca.
 http://www.agencia.cnptia.embrapa.br/gestor/bioma_caatinga/arvore/CONT000g798rt3n02wx5ok0wtedt3d3jjsda.html